Quarta, 08 de Julho de 2020
Região


Secretaria de Cultura em Congonhas inicia cadastro para auxílio emergencial de artistas



Foto: Divulgação PMC

 

Começa nessa segunda-feira, 29, o cadastro de trabalhadores da área artística e cultural para repasse de recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

A Lei homenageia o cantor e compositor brasileiro Aldir Blanc, que faleceu após contrair a Covid-19. Ela propõe a distribuição de R$3 bilhões de reais para os trabalhadores da cultura, apoio mensal aos espaços culturais que estão fechados e recursos para projetos culturais. A iniciativa é uma forma de apoio emergencial a um segmento tão afetado pela pandemia, já que eventos presenciais estão suspensos.

O benefício será de R$600 reais por mês para trabalhadores da área, já para espaços culturais, o valor mínimo é de R$3 mil e no máximo R$10 mil. Os recursos não serão disponibilizados pela Caixa Econômica Federal. A verba será encaminhada para o município que fará o repasse aos beneficiários.

Quem pode receber?

Considera-se como trabalhador e trabalhadora da cultura quem participa da cadeia produtiva dos segmentos artísticos e culturais, incluindo artistas, produtores, técnicos, curadores, oficineiros e professores de escolas de arte.

Deve-se ter comprovação de atuação na área nos últimos dois anos. Além disso, não pode ter tido, em 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Para ter acesso aos formulários de cadastro, acesse o link.

Secretaria de Cultura de Congonhas: 3731-3133.

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 29/06/2020


Comente esta Notícia