Comunidade


Diretoras do Colégio Queluz de Minas denunciam envenenamento de árvores centenárias



Um crime ambiental de grandes proporções revoltou a direção e a comunidade escolar do Colégio Queluz de Minas (CQM), que funciona na rua Aimorés, 52, no bairro Carijós (região sudoeste). A direção do educandário culpa um vizinho da escola pelo crime, que foi denunciado ao Departamento do Meio Ambiente (DMA) e também a Polícia Militar Ambiental (PMA). Entre as árvores envenenadas, está uma mangueira de mais de 100 anos. Protestos contra o ocorrido devem ser promovidos em breve pelos alunos do educandário.

Mais detalhes em nossa edição impressa, que circula na sexta, e está disponível em todas as bancas e padarias da cidade




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 13/02/2020


Comente esta Notícia