Região


Congonhas se prepara para mais uma edição do Jubileu



Uma das maiores e mais antigas peregrinações religiosas de Minas Gerais, o Jubileu de Congonhas acontece entre os dias 7 e 14 de setembro. Todos os anos, congonhenses e romeiros atravessam a ladeira histórica para, aos pés do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, agradecer as graças alcançadas e participar das celebrações religiosas. Pela área histórica, barracas comercializam, até o dia 17, diversos tipos de produtos.

A Prefeitura busca a comodidade dos visitantes durante a realização da festa. Além de dar apoio logístico para a realização do Jubileu, oferece serviços de saúde e assistência social e disponibiliza seguranças e brigadistas. Além disso, o evento tem apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar.

O Santuário de Bom Jesus de Matosinhos é o principal palco das celebrações religiosas, realizadas pela Reitoria da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, com apoio da Arquidiocese de Mariana. No dia 7, as missas acontecem às 7h, 10h, 11h, 15h (abertura oficial) e às 18h. De 8 a 13, as celebrações acontecem às 6h, 8h, 10h, 15h e às 18h. E no dia 14, encerramento da festa, são realizadas missas às 6h, 8h, 10h e 15h (encerramento).

A devoção ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos chegou a Minas Gerais com o fiel português Feliciano Mendes, que veio em busca de ouro e, nessa procura, perdeu a saúde. Fez, então, uma promessa ao Bom Jesus e, quando a graça foi alcançada, empenhou-se em construir o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, em 1757.

Com as doações dos devotos, a Basílica do Senhor Bom Jesus foi renovada na segunda metade do século XVIII, tornando-se um dos mais importantes complexos artísticos e arquitetônicos do barroco mundial. O Local guarda as principais obras de Antônio Francisco Lisboa, conhecido como Aleijadinho, sendo 12 profetas de pedra sabão e 64 esculturas em cedro que narram os passos da Paixão de Cristo.

 
Fonte e foto: Prefeitura Municipal de Congonhas




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 31/08/2019


Comente esta Notícia