Polícia


Em nota, 31º Batalhão lamenta morte do cão Zambo



O 31º Batalhão da Polícia Militar enviou nota no sábado, dia 4, lamentando a morte do cão Zambo. O animal, que morreu aos 11 anos de idade, participou de várias ações da PM. Ele foi eutanasiado, vitima de câncer.

Esses cães são treinados desde filhotes para combater o crime, além de serem considerados oficiais da PM, convivem com os militares do canil, os quais se tornam os companheiros do cachorro.

Os sargentos Luciano, Glauber, e os cabos Fidelles,  Carlos Daniel, Bruno Santos e Pedra, lamentaram a morte de Zambo.

Os militares não conseguiram conter as lágrimas na hora da despedida. "O cão atuava na proteção, captura e obediência. Um dos melhores que já pertenceu à ROCCA e ao canil do 31 BPM", afirmaram.

Durante a despedida de Zambo, os militares relembraram com os companheiros o ótimo desempenho do cão em várias operações e ações que participaram juntos.Neste difícil momento, todos os militares do 31°BPM se solidarizam com a perda de um  grande amigo e parceiro.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 06/05/2019


Comente esta Notícia