Polícia


Perseguição na MG-129: motorista foge da PRE e recebe R$5.500 em multas



Uma perseguição policial durante uma operação no km 205 da MG-129, na entrada da Fasar, chamou a atenção de quem passava pela rodovia na noite de domingo, dia 28. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), os militares viram o Hyundai/Tucson, placa HHB-3785, aproximar-se de maneira suspeita e, então, ordenaram a parada para uma possível abordagem.

Também segundo a PRE, todos os sinais de parada foram ignorados pelo motorista, que teria realizado uma manobra perigosa e iniciado a fuga, sentido Lafaiete. Para isso, teria cometido várias infrações, como transitar pela contramão, pelo acostamento e deixar de indicar com antecedência a mudança de direção.

Próximo ao supermercado BH, o condutor teria voltado a dirigir de maneira perigosa, freando e arrancando bruscamente, até acessar de novo a rodovia, sentido de Ouro Branco. Neste momento, teria seguido na direção do posto de combustível Estrada Real, onde havia um veículo e dois pedestres, que quase teriam sido atingidos pela manobra realizada pelo motorista em fuga.

Logo em seguida, o motorista em fuga teria seguido pela rua Otaviano Ferreira de Oliveira, no bairro Oscar Correa e,  próximo ao número 250, foi finalmente abordado, uma vez que a rua era sem saída. Identificado, o motorista alegou que não havia parado porque o carro pertencia à sua irmã e estava com o licenciamento estava atrasado desde 2015.

Foram lavrados nove autos de infração, que somaram R$5.500 em multas. A habilitação do motorista e o CRLV do veículo foram recolhidos. Já o carro foi levado para o pátio credenciado do Detran. Segundo a PRE, a conduta do condutor configurou, em tese, infração do artigo 34 da Lei de Contravenções Penais. Ele assumiu o compromisso de comparecer ao fórum de Lafaiete para responder penalmente pela ação.

 




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 29/04/2019


Comente esta Notícia