Região


Festival de arte e cultura do Alto Paraopeba começa nesta quarta-feira

Evento no distrito de Lobo Leite, em Congonhas, tem programação gratuita com oficinas, teatro, encontro de corais, folia de reis e painel sobre a viola caipira


Começa nesta quarta-feira, 3 de abril, o 1º Festival de Arte e Cultura do Alto Paraopeba (Facap), evento com mais de 30 atrações gratuitas, que será realizado em Lobo Leite, distrito de Congonhas, até o próximo domingo. A programação está repleta de apresentações artísticas, shows musicais, exposições, encontros literários, mesas redondas, teatro, encontro de folia de reis e oficinas de culinária e artesanato. Atrações direcionadas ao público infantil também estão previstas.


A promoção do evento é parte de uma iniciativa do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), juntamente com a Universidade Federal de São João del Rei e Prefeitura de Congonhas, de valorizar os artistas locais e a cultura da região do Alto Paraopeba. “Ficamos extremamente felizes de termos conseguido construir uma programação tão rica e de grande qualidade artística. Desde o início, sabíamos que tínhamos muito recursos humanos, nossa região é muito privilegiada em termos de arte e cultura. Iremos receber no Facap, por exemplo, o violeiro Chico Lobo, expoente nacional da viola caipira, que fará palestra sobre a importância do instrumento para a cultura e identidade de nossa região e, logo após, apresentará o show ‘Tributo à Viola Caipira’, destaca Heleniara Amorim Moura, uma das idealizadoras e coordenadora do festival.


Ao longo de cinco dias de programação, vão se apresentar as bandas Carpiah e Grupo Lesma, ambos de Conselheiro Lafaiete; o grupo de teatro Boca de Cena, de Congonhas, com o espetáculo “O pastelão e a torta”; a dupla Espaguete e Caixotinha, também de Congonhas, com show de palhaçaria; o grupo da Casa de Música de Ouro Branco, que fará concertos; os corais Cidade dos Profetas e Vinha de Luz, que levarão música clássica para a Igreja Nossa Senhora da Soledade; além de bandas como Jokers, Funk sô, Blues and Rock, Vô Zito e Performance.


O encerramento será no domingo, 7 de abril, com o encontro de Folia de Reis das cidades de Ouro Branco, Congonhas e Entre Rios de Minas, pela manhã. À tarde, é a vez de Chico Lobo conduzir o painel “Prosa e viola caipira: tradição, causos e crenças”. O show da banda Radicais do Samba fecha a programação. “Estamos com o máximo de expectativa, pois há uma riqueza artístico-cultural gigantesca no Alto Paraopeba, compatível com nossas belezas naturais: são belas paisagens que são moradas de grandes artistas”, ressalta Heleniara Amorim.


Localizado na MG-030, a cerca de 80 quilômetros de Belo Horizonte, Lobo Leite tem suas origens relacionadas ao ciclo do ouro em Minas. A igreja de Nossa Senhora da Soledade, tombada pelo Instituto Estadual do patrimônio Histórico e Artístico (Iepha), possui características do início da primeira metade do século 18. Organizado em conjunto pelos campi do IFMG em Congonhas e Ouro Branco, o Facap tem o objetivo de promover o intercâmbio cultural entre a população das cidades de Congonhas, Ouro Branco, São Brás do Suaçuí, Jeceaba, Entre Rios de Minas, Belo Vale e Conselheiro Lafaiete. A programação completa está disponível no site http://facap.cng.ifmg.edu.br. Todas as atrações são gratuitas e abertas ao público.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 02/04/2019


Comente esta Notícia