Política


Glaycon Franco costura debate sobre a agricultura familiar e o incremento da alimentação escolar

Programa foi lançado em Lafaiete e deve ser levado a outras cidades do Alto Paraopeba e Vale do Piranga


Com a participação do deputado estadual Glaycon Franco (PV), articulador do evento, Conselheiro Lafaiete sediou, na manhã da terça-feira, dia 12, o “1º Fórum Regional de Gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Agricultura Familiar”. O Fórum é resultado de parceria entre a Secretaria de Estado de Educação, por intermédio da Superinten­dência Regional de Ensino de Lafaiete (SRE) e a Se­cre­taria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abasteci­mento de Minas Gerais, por meio da Ema­ter, contando com o apoio do Codap e da Amalpa.
O objetivo foi prestar orientações aos pequenos produtores e aos gestores, sobre a comercialização dos produtos da agricultura fa­miliar no âmbito do PNAE. Franco, desde sempre um entusiasta do abastecimento de entidades públicas e instituições educacionais com a produção familiar, saudou o pioneirismo da região ao sediar o primeiro seminário sobre o tema: “No ano passado, já tínhamos organizado um primeiro encontro, buscando aproximar o pequeno produtor e os órgãos públicos, com especial ênfase para nossas escolas estaduais. Fico muito feliz porque nosso trabalho deu frutos, literalmente. Por isso, gostaria de cumprimentar a Emater e a 8ª SRE, que não pouparam esforços para realizar, no Alto Paraopeba e Vale do Piranga, o primeiro fórum regional promovido sobre o assunto em Minas.”
O deputado observou que, para permanecer trabalhando na terra, o homem do campo precisa ter meios assegurados para consolidar sua produção. Glaycon lembrou que, no final de 2018, a Assembleia Legislativa aprovou a Lei 22.911, com várias regras envolvendo aquisições de alimentos pelo poder público, exigindo, no mínimo, 30% de aquisição dos alimentos originários da agricultura familiar. “Vemos, nesta lei, uma das formas mais positivas de gerar emprego e renda na área rural, tornando a produção sustentável economicamente e também em relação ao meio ambiente, pois são produtos sem agrotóxicos. Sempre digo que uma das grandes alternativas para Minas e o Brasil é gerar emprego, renda e sustentabilidade no meio rural, criando condições para o trabalhador se fixar no campo, pois ele só vem para a cidade quando não tem condições de produzir e prover o sustento de sua família”, ressaltou Glaycon.
O deputado pontuou, ainda, que, ao contrário do que muita gente imagina, a produção familiar não se limita aos hortifrutigranjeiros, havendo muitos setores onde ela experimenta vertiginosa expansão: “60% da produção de leite vêm das pequenas propriedades que, agora, estão se dedicando, também, à criação de peixes. Esta economia ainda é movimentada pelas comunidades quilombolas, pelos piscicultores, apicultores e outros segmentos envolvidos na cadeia produtiva. A agricultura familiar é, hoje, responsável por 35% do Produto Interno Bruto Brasileiro. 75% da mão de obra empregada no campo, em Minas Gerais, serve à agricultura familiar, que constitui a base da economia de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes. Temos certeza de que este Fórum é o pontapé inicial para incentivar os produtores da região que ainda não o fizeram a ‘Declaração de Aptidão ao Pronaf’ (DAP) habilitando para a comercialização de seus produtos. Vamos fazer todo o esforço para que os municípios e as escolas adquiram a produção local de nossos agricultores familiares, para que ela tenha destino certo: a mesa dos consumidores locais, que terão produtos de qualidade e contribuirão para a geração de emprego e renda nas nossas áreas rurais”, afirmou o deputado Glaycon Franco.
Participaram, também, do evento, além do deputado Glaycon Franco, Maria de Lourdes Reis Silva Beato, superintendente da 8ª SRE; Vitório Alves Freitas, gerente da Unidade Regional Belo Horizonte da Emater; Célio Pereira de Souza, presidente da Amalpa e prefeito de Queluzito; secretário executivo do Codap, Rodolfo Gonzaga; o representante do prefeito de Conselheiro Lafaiete, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Rafael Lana, além de servidores da Superintendência Regional de Ensino.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 15/03/2019


Comente esta Notícia