Saúde


Por que os cabelos caem? Três causas da calvície



A queda de cabelos é algo que atormenta muitas pessoas e muita gente sofre com esse problema sem nem mesmo saber quais são os fatores que contribuem para que isso aconteça.

Apesar de a calvície atingir um grande número de pessoas, principalmente os homens, é preciso entender que a perda de alguns fios é totalmente comum, afinal de contas os fios passam por ciclos e ao final desses alguns cairão.

Hoje você vai entender quais são as causas que fazem com que o seu cabelo caia em uma quantidade maior do que o normal, e assim saber se está na hora de procurar um especialista em implante capilar.

1 ? Alopécia androgênica

Essa é a principal causa da calvície que atinge principalmente homens, mas também causa queda de cabelos em um número considerável de mulheres.

Apesar de se manifestar com muito mais frequência em homens e mulheres entre os 40 e 50 anos de idade, a Alopécia androgênica tem início ainda durante a adolescência.

Trata-se de uma doença genética que durante a adolescência faz com que os fios cresçam mais finos tornando os cabelos ralos e deixando o couro cabeludo mais exposto.

Nas mulheres a região central do couro cabeludo é a mais afetada, e além da questão genética outros fatores como obesidade, acnes e ciclos menstruais irregulares também podem auxiliar nesse processo.

Os homens são afetados principalmente nas regiões da coroa e frontal, as famosas e temidas "entradas". Fatores como estresse e má alimentação, por exemplo, também podem contribuir para o desenvolvimento da doença.

2 ? Eflúvio Anágeno

Essa doença é caracterizada pela queda diária acentuada de fios, muito fácil de ser identificada no dia a dia na forma daqueles tufos de cabelos que ficam presos na escova ou no pente, ou os que caem durante o banho.

O eflúvio anágeno possui dois tipos que, apesar de muito parecidos, clinicamente são diferentes.

O primeiro tipo é o eflúvio telógeno agudo, que ocorre em decorrência de algum evento que tenha acontecido mais ou menos 3 meses antes dos fios começarem a cair.

Esse tipo pode acontecer após uma infecção aguda, febre alta, pós-parto, estresse, pneumonia e outras doenças.

Já o eflúvio telógeno crônico acontece de forma diferente no longo prazo.

Os cabelos passam por ciclos de aumento dos fios durante os períodos de queda, que podem acontecer em intervalos de meses ou anos.

Com o passar do tempo o cabelo do paciente vai se tornar mais curto, mas permanecerá volumoso no centro.

3 ? Alopécia Areata

Essa é uma doença mais rara, que atinge cerca de 1% da população.

Sua característica principal é a perda de pelos e cabelos em áreas ovais ou arredondadas do corpo, podendo em alguns casos causar a perda total de todos os cabelos e pelos do corpo, até mesmo dos cílios.

Ainda não se conhece a causa real da alopecia areata, mas já foi identificado que se trata de uma doença autoimune que faz com que as células que formam o sistema imunológico ataquem partes sadias do organismo por engano, que nesse caso são as células responsáveis pela formação dos pelos.

Caso você perceba os sinais indicativos de alguma dessas doenças, a melhor providência é procurar um dermatologista ou um tricologista para que ele possa fazer um diagnóstico preciso e recomendar o tratamento mais indicado para o seu caso.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 06/02/2019


Veja também



Comente esta Notícia