Política


Prefeito e secretários de Lafaiete ainda não receberam o salário de dezembro



O chefe do executivo de Lafaiete, Mário Marcus, afirmou que o salário do prefeito, secretários municipais, procurador, subprocurador, ouvidor e controlador do município ainda não foi pago. A informação foi dada durante uma entrevista exclusiva ao Jornal CORREIO, na quinta-feira, dia 17.  A medida, segundo pontuou, foi para garantir que o pagamento dos servidores fosse quitado.

Quanto ao 13º salário dos servidores que ainda não receberam, o objetivo que seja quitado ainda em janeiro: "Esperamos, até o fim deste mês, fazer o pagamento destes 29% dos funcionários, que ganham acima de R$ 2.700". Ainda se acordo com o prefeito, o valor total da folha do município, sem o vale-alimentação, fica em torno de 6 milhões e 300 mil, aproximadamente.

 

Dívida do Estado

 

A dívida do estado ultrapassa os 35 milhões de reais, de acordo com Mário. Referente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que são recursos repassados para o pagamento dos professores. Na área da educação, a dívida totaliza 14 milhões de reais, equivalente, segundo o prefeito, a quatro folhas de pagamento da educação: "Nós não deixamos de pagar nenhuma folha da educação. Mantivemos esses pagamentos, com recursos próprios do município, deixando de investir em outras áreas para estarmos em dia com os nossos profissionais da educação. Vale ressaltar, que apesar da crise instalada no Brasil, priorizamos a realização de obras e estamos fazendo muitas, sempre com responsabilidade. Inauguramos 26 obras em 2018 e já temos um pacote para este ano, com recursos já garantidos. Não podemos cruzar os braços. Lafaiete não pode parar", concluiu o prefeito.




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 18/01/2019


Veja também



Comente esta Notícia