Comunidade


Horário de verão começa à 0h deste sábado e muda a rotina dos lafaietenses



O horário de verão terá início na madrugada deste domingo, dia 4 de outubro. A justificativa é de que a medida ajuda a economizar energia e reduzir o uso de usinas termoelétricas. Mas os argumentos não convencem a todos, como é o caso da moradora do bairro Paulo VI (zona sul), Marília Maria da Silva de Paula (foto):  "Acho que atrapalha muito o sono e também não economiza nada, porque ficamos com os eletrodomésticos ligados do mesmo jeito. Tenho duas crianças, de 11 e 9 anos, e fica difícil a adaptação deles também ao horário. Eles passam mais tempo brincando, porque não conseguem dormir. No dia seguinte, ficam sonolentos. Ainda bem que estudam à tarde, porque se fosse na parte da manhã, seria ainda pior".

 À meia-noite de hoje, dia 3, os brasileiros das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, que abrangem dez estados e o Distrito Federal, devem adiantar o relógio em uma hora. Com a vigência do horário especial, o Brasil terá quatro fusos diferentes, uma vez que os estados das regiões Norte e Nordeste permanecerão no horário normal.

No mesmo da mudança do horário será aplicação da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O ministro da Educação, Rossieli Soares, em entrevista coletiva na quarta-feira, dia 31, fez um alerta aos estudantes que vão fazer as provas do Enem para que fiquem atentos aos horários. Ele disse que acionou as instâncias responsáveis para que as operadoras não errem na atualização dos relógios, como ocorreu há duas semanas.

Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) explicou que a alteração do relógio no último dia 21 não ocorreu nas plataformas de rede das operadoras, e sim em aplicativos externos instalados nos aparelhos, fora do domínio de controle dessas operadoras. A entidade reforçou que o horário das plataformas de rede e serviços segue o calendário oficial e que há monitoramento online nos dias de mudança para garantir que a alteração da hora ocorra conforme o esperado.

As provas aplicadas neste domingo serão:  Redação Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias. Os estudantes terão cinco horas e meia para fazer o exame.

 

Saiba os horários de abertura e fechamentos dos portões para o Enem


Os portões dos locais de realização do exame serão abertos e fechados em horários diferentes nos estados, de acordo com o fuso, tendo como referência o horário de Brasília. Confira a programação preparada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para este domingo:

 Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo:

12h:  Abertura dos portões

13h: Fechamento dos portões

13h30: Início das provas

19h: Término das provas

 

Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Tocantins

 

11h: Abertura dos portões

12h: Fechamento dos portões

12h30: Início das provas

18h: Término das provas

 

Amazonas (com exceção de 13 municípios da região sudoeste), Rondônia, Roraima

 10h: Abertura dos portões

11h: Fechamento dos portões

11h30: Início das provas

17h: Término das provas

 

Acre, Amazonas (13 municípios da região sudoeste:  Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga)

9h: Abertura dos portões

10h: Fechamento dos portões

10h30: Início das provas

16h: Término das provas

 O horário de verão terá início na madrugada deste domingo, dia 4 de outubro. A justificativa é de que a medida ajuda a economizar energia e reduzir o uso de usinas termoelétricas. Mas os argumentos não convencem a todos, como é o caso da moradora do bairro Paulo VI (zona sul), Marília Maria da Silva de Paula (foto):   ?Acho que atrapalha muito o sono e também não economiza nada, porque ficamos com os eletrodomésticos ligados do mesmo jeito. Tenho duas crianças, de 11 e 9 anos, e fica difícil a adaptação deles também ao horário. Eles passam mais tempo brincando, porque não conseguem dormir. No dia seguinte, ficam sonolentos. Ainda bem que estudam à tarde, porque se fosse na parte da manhã, seria ainda pior?.

 

À meia-noite de hoje, dia 3, os brasileiros das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, que abrangem dez estados e o Distrito Federal, devem adiantar o relógio em uma hora. Com a vigência do horário especial, o Brasil terá quatro fusos diferentes, uma vez que os estados das regiões Norte e Nordeste permanecerão no horário normal.

 

No mesmo da mudança do horário será aplicação da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O ministro da Educação, Rossieli Soares, em entrevista coletiva na quarta-feira, dia 31, fez um alerta aos estudantes que vão fazer as provas do Enem para que fiquem atentos aos horários. Ele disse que acionou as instâncias responsáveis para que as operadoras não errem na atualização dos relógios, como ocorreu há duas semanas.

 

Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) explicou que a alteração do relógio no último dia 21 não ocorreu nas plataformas de rede das operadoras, e sim em aplicativos externos instalados nos aparelhos, fora do domínio de controle dessas operadoras. A entidade reforçou que o horário das plataformas de rede e serviços segue o calendário oficial e que há monitoramento online nos dias de mudança para garantir que a alteração da hora ocorra conforme o esperado.

 

As provas aplicadas neste domingo serão:  Redação Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias. Os estudantes terão cinco horas e meia para fazer o exame.

 

Saiba os horários de abertura e fechamentos dos portões para o Enem

 

Os portões dos locais de realização do exame serão abertos e fechados em horários diferentes nos estados, de acordo com o fuso, tendo como referência o horário de Brasília. Confira a programação preparada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para este domingo:

 

Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo:

 

12h:  Abertura dos portões

13h: Fechamento dos portões

13h30: Início das provas

19h: Término das provas

 

Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Tocantins

 

11h: Abertura dos portões

12h: Fechamento dos portões

12h30: Início das provas

18h: Término das provas

 

Amazonas (com exceção de 13 municípios da região sudoeste), Rondônia, Roraima

 

10h: Abertura dos portões

11h: Fechamento dos portões

11h30: Início das provas

17h: Término das provas

 

Acre, Amazonas (13 municípios da região sudoeste:  Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga)

 

9h: Abertura dos portões

10h: Fechamento dos portões

10h30: Início das provas

16h: Término das provas

 

Efeitos do horário de verão no corpo

Irritabilidade

  Fadiga, cansaço

Déficit de atenção

 Perda da memória recente

 

O corpo leva em média 7 dias para se adaptar ao novo horário. Quem mais sofre:

Crianças

 Idosos

Pessoas com insônia

 

O que fazer para evitar esses efeitos no organismo

Procure dormir bem.

Para manter o padrão de sono durante o horário de verão, faça atividades físicas

Evite a ingestão de comidas pesadas, café e chá preto à noite

Ao ir dormir, procure criar um momento livre da influência de qualquer aparelho luminoso e sonoro, como smartphones e TV.

 

 Com informações da Agência Brasil e da Associação Brasileira do Sono




Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 03/11/2018


Comente esta Notícia