Polícia


Lafaiete se despede do meio campista Daniel, brutalmente assassinado em Curitiba



 Assim que a notícia da morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, de 24 anos, foi confirmada, no domingo, dia 28, a cidade se cobriu de luto. O meio-campista nasceu em Juiz de Fora, mas cresceu em Lafaiete, onde deu seus primeiros passos no esporte. A brutalidade do crime chocou não só os lafaietenses, mas o mundo do futebol. Os times pelos quais ele atuou la­mentaram a perda. A dor da família se tornou ainda maior com o compartilhamento das imagens do atleta morto.

De acordo com o superintendente da Polícia Civil de Curitiba, Edmilson Pereira, o corpo de Daniel "foi encontrado nu" na Estrada do Mergulhão, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, "com o pescoço praticamente degolado e o órgão genital mutilado". Os investigadores constataram que foi usada uma arma branca no crime.

A assessoria do atleta se pronunciou em suas redes sociais: "Lamen­tamos confirmar a veracidade das in­formações sobre o falecimento do nos­so cliente, Daniel, meia do São Paulo emprestado ao São Bento. Formado na base do Cruzeiro, chegou ao Botafogo ainda na idade sub-20. Chegou ao profissional, ganhou destaque e foi para o São Paulo. Foi emprestado ao Coritiba, Ponte Preta e estava no São Bento. Es­tamos em choque com a notícia e pedimos respeito aos familiares neste momento de dor". A P2 Assessoria também pediu que as imagens do atleta morto não fossem compartilhadas: "Pedimos, por respeito à família e à memória do atleta, o não compartilhamento das fotos que circulam nas re­des sociais".

Leia mais na edição impressa, que estará nas bancas a partir deste sábado, 3 de novembro.



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 02/11/2018


Comente esta Notícia