Região


Exposições no Museu de Congonhas abrem as comemorações natalinas



O Museu de Congonhas inaugura duas exposições carregadas de simbolismos, que remetem às celebrações natalinas: "Presépios do Brasil - Coleção Fundação de Arte de Ouro Preto |FAOP" e "Anunciação e Fé ? Obras de João Nepomuceno". A abertura será na quarta-feira, dia 31, a partir das 19h30, seguindo até o dia 6 de janeiro.

Pela primeira vez, uma das mais atuantes instituições de fomento e produção artística do Brasil, a FAOP, se une ao Museu de Congonhas para promover, pelo interior de Minas, a descentralização cultural. A exposição "Presépios do Brasil" reúne 22 das mais belas criações premiadas nos 46 anos do Concurso Nacional de Presépios da Fundação de Arte de Ouro Preto. A mostra tem o intuito de valorizar e difundir a criatividade do povo brasileiro, que ao incorporar elementos próprios de suas experiências de vida promovem inúmeras releituras do tema, tornando cada presépio único.

A tradicional representação do nascimento de Jesus Cristo cercado de animais, anjos, pastores e dos três reis magos começou pelas mãos de São Francisco de Assis com o objetivo de tornar mais fácil a assimilação da história. O costume, assim como a fé cristã, ganhou o mundo. O presépio caracteriza o Natal e une o passado e presente, alimentando a imaginação de adultos e crianças. Mais do que objetos de devoção e fé, os presépios constituem uma das mais importantes manifestações da cultura popular.

Ao lado dos presépios de artistas de todo Brasil, também estará em cartaz no Museu de Congonhas a exposição audiovisual "Anunciação e Fé", composta por 35 imagens, captadas pela fotógrafa congonhense Eliane Gouvea. São fotos das pinturas de João Nepomuceno, cujas obras originais fazem parte do acervo permanente da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. A obra retrata, em três grandes temáticas, o ciclo de vida da virgem Maria, a infância e vida pública de Cristo e a paixão e morte. João Nepomuceno nasceu em 1752 na cidade de Mariana e viveu em Congonhas durante 13 anos. O artista, que faleceu em 1975, foi um dos mais atuantes pintores da arte colonial mineira do Século 18.

Circuito de Presépios

Além das exposições no Museu, quem visitar Congonhas neste fim de ano, poderá conferir outros trabalhos artísticos idealizados por moradores que fazem questão de manter viva a tradição do Natal. Esse é o caso de Roberto Gomes que, desde 1987, abre as portas da sua casa para receber centenas de pessoas curiosas pelo grande presépio em movimento.

O presépio de Roberto começou bem pequeno e com poucas peças que se mexiam, mas o entusiasmo dos visitantes fez com ele fosse, ano após ano, aprimorando o trabalho. Hoje, são centenas de elementos que se movimentam e dão vida a uma das mais tradicionais representações do nascimento de Cristo no município. Este presépio fica à Rua Barão de Congonhas, 204, Matriz, e será aberto ao público, gratuitamente, a partir de 1º de dezembro, todos os dias das 8h às 12h, e das 14h às 20h.

Assim como Roberto, outro congonhense faz questão de manter viva a tradição natalina, Luiz Gonzaga Pinto, o Luizinho. Prosseguindo com o costume que existe na sua família desde 1953, ele foi aumentando aos poucos a coleção de objetos que remetam ao nascimento de Cristo. Assim, com ajuda de romeiros, viajantes e amigos, reuniu um acervo de 392 presépios do Brasil e 40 de outros 17 países.

O trabalho que antes ocupava uma garagem, agora se estende por mais cinco cômodos e acabou se transformando em uma exposição. A novidade deste ano será uma sala dedicada somente a imagens do Menino Jesus com objetos talhados em materiais diversos. Esta mostra fica à rua Visconde de Congonhas, 203, Basílica, e será aberta ao público no dia 21 de dezembro, de segunda a sábado, das 19h às 21h, e aos domingos, de 9h às 21h. Encerramento no dia 6 de janeiro.

 

Serviço:

 

Exposições "Presépios do Brasil - Coleção Fundação de Arte de Ouro Preto |FAOP" e "Anunciação e Fé ? Obras de João Nepomuceno"

 

Data: 31 de outubro a 6 de janeiro de 2019

Local: Museu de Congonhas - Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77 - Basílica, Congonhas/MG

Informações: (31) 3732-2526

Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, com a entrada no valor de

R$10,00, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia entrada. Crianças até 11 anos não pagam. Às quarta-feiras, o Museu funciona das 13h às 21h, com entrada gratuita.

 

Informações para a imprensa:

Luz Comunicação - www.luzcomunicacao.com.br

Jozane Faleiro - jozane@luzcomunicacao.com.br

31 992046367 - 31 35676714



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 29/10/2018


Comente esta Notícia