Política


Eleições 2018: TSE registra 1,9 mil urnas trocadas e 35 prisões por propaganda



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizou para 1.956 mil o número de urnas eletrônicas que apresentaram defeito e foram substituídas em todo o país até as 11h50.

Segundo o tribunal, o número representa 0,38 do total de 454,4 mil urnas utilizadas no pleito de segundo turno deste ano. Até o momento, não foram registrados locais com votação manual.

O TSE também registrou 35 prisões de pessoas por propaganda eleitoral, que é proibida no dia da eleição.

Neste segundo turno, os eleitores de 13 estados e do Distrito Federal vão às urnas para escolher os governadores e vices e o futuro presidente da República. Nos outros 13 estados, as eleições para o governo estadual foram definidas no primeiro turno, e os eleitores vão votar somente para presidente.

Os estados que tiveram o maior número de urnas com defeito foram São Paulo (339),  Rio de Janeiro (266), Minas Gerais (204), Paraná (189), Rio Grande do Sul (152), Ceará (109), Goiás (92), Sergipe (61) e Bahia (79).

O maior número de prisões foram registradas no Pará (13). No total, 81 ocorrências foram registradas na manhã de votação em todo o país.

Agência Brasil



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 28/10/2018


Comente esta Notícia