Opinião


PIS/Pasep: pequenos valores que podem garantir o futuro



Mesmo diante de dificuldades financeiras, cerca de 1,9 milhão de trabalhadores brasileiros ainda não sacaram o Abono Salarial PIS/Pasep ano-base 2016. Mas nesta quinta-feira (26), o prazo foi prorrogado até 30 de dezembro, uma nova chance para quem está precisando de dinheiro extra. Também nesta quinta começa o pagamento do Abono Salarial PIS/Pasep 2018-2019 (ano base 2017), que poderá ser resgatado até 28 de junho de 2019.

Acredito que a falta de informação e da educação financeira na vida das pessoas é uma das principais causas para números tão expressivos. Muitas ainda não se atentaram para a importância de utilizar todos os recursos que estiverem ao seu alcance para terem melhores condições de vida e realizarem seus sonhos. Portanto, é preciso divulgar para que os que mais necessitam não percam essa oportunidade. Veja algumas informações importantes sobre o abono:

Para ter direito ao saque, além de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, é preciso ter trabalhado com carteira assinada e recebido até dois salários mínimos mensais durante, pelo menos, 30 dias em 2016. Além disso, é preciso estar com os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.

No caso do Abono PIS/Pasep ano-base 2017, nesta primeira etapa, receberão o dinheiro os trabalhadores do setor privado nascidos em julho (PIS) ou os funcionários públicos cujo final da inscrição no Pasep é zero. Os valores variam entre R$ 80 e R$ 954, dependendo do tempo trabalhado.

Resgate os seus sonhos

Mesmo que num primeiro momento esses valores pareçam pequenos, eles podem significar a realização de sonhos, sejam eles de curto (até um ano), médio (de um a dez anos) ou longo prazo (acima de dez anos).

Além disso, existem outros valores que são perdidos como as milhagens aéreas, restituição do imposto de renda e programas de solicitação de nota fiscal. Por isso ressalto a importância da educação financeira para que as pessoas passem a valorizar mais o próprio dinheiro e consigam alcançar seus objetivos.

Para dar um exemplo prático: se uma pessoa economizar R$100,00 por mês, um valor totalmente possível de ser guardado, com uma inflação de 5% ao ano e rendimento mensal de 0,5%, que é a média praticada na poupança, em 10 anos terá economizado mais de R$ 20.000,00.

Esse é o momento para começar a se educar financeiramente, refletir sobre os valores perdidos e fazer o resgate, não só do dinheiro, mas também dos sonhos que você tanto almeja.

Reinaldo Domingos está a frente do canal Dinheiro à Vista. É Doutor em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin ? www.abefin.org.br) e da DSOP Educação Financeira (www.dsop.com.br). Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira.

 

 



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 27/07/2018


Comente esta Notícia