Esportes


Vermetal tem rodada da semifinal neste domingo



Causaram muitos prejuízos as atitudes e os acontecimentos ocorridos em Gagé, no dia 10, quando, no intervalo, a partida teve que ser interrompida. Após a denúncia da apresentação de uma arma por parte de um jogador, houve correria e tumulto. O placar era Queiroz Júnior 0 x 2 (Casa Grande) Futbar.

Mesmo sendo uma partida de um torneio oficial do calendário da Liga de Desportos, tido como o de recuperação do futebol lafaietense (e, por consequência, da região) não houve nenhum manifesto oficial de nenhuma autoridade esportiva. Nem os clubes se manifestaram sobre o caso. E isso gerou observações da comunidade esportiva. "Ficou pare­cendo jogo de uma pelada qualquer. Ninguém deu uma satisfação", comentou um torcedor. "A gente só fica sabendo das coisas com detalhes no Jornal CORREIO e na Rádio Cidade", destacou outro, ambos no campo do Aimoré.

"Ficou muito mal para a população de Gagé. O cara nem de lá é e causou esse tumulto todo, denegrindo a imagem do local e tirando a tranquilidade. Não precisamos de pessoas desse nível no nosso meio", desabafou um colaborador do Queiroz Júnior e residente em Gagé.

Preocupada em cumprir nossa missão, nossa equipe se esforçou em informar com a maior riqueza de detalhes aos nossos leitores (e os ouvintes, no caso da Rádio Cidade 98 FM). No fim de semana, vários desportistas demonstraram preocupação com o que eles chamaram de 'omissão das autoridades esportivas' e, por consequência, 'incentivo à continuidade da violência no esporte'.

De lá para cá, houve a repercussão dos fatos pela imprensa, manifestações das mais diversas feitas pela comunidade em geral, uma Nota Oficial (NO 09/18) da Comissão de Justiça Desportiva (CJD) no dia 13, convocando para julgamento de casos anteriores, como os dos árbitros Antônio Carlos da Silva e Fernando Dias, que foram advertidos. A 1ª rodada da semifinal não aconteceu no dia 17 e, no mais, houve muitas conversas sem oficialização.

Nessas resenhas, ouviu-se comentários de que não haveria a rodada da semifinal, de que o Futbar, de Casa Grande, poderia sair da competição, que haveria punições aos infratores. Só isso. E no campo das possibilidades.

Sobre o julgamento do caso, ainda não se tem uma data marcada, mas na segunda-feira, dia 18, após contato com o presidente Adjalma Ferreira, ouvimos que na noite daquele dia seria tomada uma decisão e, no dia seguinte, 19, recebemos o Boletim 07, confirmando os resultados do dia 10 e a classificação das quatro equipes semifinalistas da Taça Vermetal e a rodada inicial da semifinal para este domingo, dia 24.

Em Cristiano Otoni, o Cristianense (4º lugar) recebe o Casa Grande Futbar (líder). O técnico Pedro Tucano tem à sua disposição todo o elenco em busca da reabilitação, após a derrota para o Aliado. Já o treinador Danilo tem a preocupação de manter o equilíbrio emocional de sua equipe após os fatos ocorridos em Gagé.

Já no Morro da Mina tem o Mineiro (3º lugar) contra o Aliado (2º lugar). No Azulão do Morro, os jogadores ainda estão comemorando a boa exibição e os quatro gols em família, três do Charles e um do Brener. Já para o técnico Emerson Boi, do Aliado, a motivação é a vitória sobre o Cristianense. "Superamos um adversário difícil. O time atuou bem e mostrou maturidade para chegar na reta final", completou o treinador. Os dois jogos serão às 15h e as partidas de volta serão jogadas no dia 1º, com mando de campo invertido. (Amauri Machado)



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Redação, no dia 23/06/2018


Comente esta Notícia