Quinta, 16 de Julho de 2020
Frei Tibúrcio


Frei Tibúrcio 1522



Letal

Embora muitas pessoas ainda não tenham se dado conta, é preciso destacar e chamar a atenção para a letalidade da Covid-19. Ela não escolhe suas vítimas e pega do simples operário, passando pelo morador de rua, até o grande empresário, seus familiares e os profissionais da saúde.

Furação

E, para exemplificar a gravidade da situação e traçar contornos mortais, o vírus já está circulando em Lafaiete. Até a quinta-feira, dia 23, eram 12 casos confirmados e outros 112 em investigação, um sinal claro de que os números da doença devem aumentar nos próximos dias.

Tiro no pé

Desafiar o coronavírus é o mesmo que dar um tiro no pé. Em nenhuma outra situação na história contemporânea, um vírus foi capaz de colocar o mundo todo de quarentena. A Covid-19, além de fazer isso, colocou de joelho todos os credos, religiões e crenças diversas. Matou e continuará matando milhares e milhares de pessoas mundo afora e costuma liquidar aqueles adversários que o desafiam, como algumas autoridades brasileiras, que insistem em chamá-lo de gripezinha.  

Recluso

É por essas e também por muitas outras, que este escriba pede a todos que tomem cuidado e fiquem em casa quietinhos, até a “tempestade” passar. Um dia ela há de passar e aí vamos ter tempo de nos organizar, catar os cacos do que sobrou e tentar viver novamente. Por enquanto, o lema é: fique em casa e permaneça vivo.

Sem clima

Não há clima na cidade para se falar de política partidária e eleições municipais. O foco deve ser o corona e sua fome de contagiar pessoas, seja pelo ar, gotículas de saliva ou por um simples aperto de mãos. Por isso, o isolamento social mostrou-se eficaz e o mais eficiente dos tratamentos contra a temível doença.

Economia

O estrago na economia da cidade, por outro lado, é um tema dos mais tristes, já que o comércio é a base e o maior empregador do município e está sendo destruído pela quarentena. Esfacelar o comércio é detonar toda uma cidade de mais de 130 mil habitantes e várias outras empresas e pessoas que dependem desse segmento para sobreviver. Oremos!



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 15/05/2020

Frei Tibúrcio


-


Comente esta Coluna