Coluna MG - Sindijori


Coluna MG: Rede de Notícias do Sindijori Minas Gerais



Câmara devolve mais de R$ 10 milhões

A Câmara Municipal de Poços de Caldas fez a entrega simbólica de um cheque ao prefeito Sérgio Azevedo, no valor de R$ 10.918.877,91, referente à devolução de recursos do Legislativo em 2019. Do total devolvido ao Executivo neste ano, R$ 2,7 milhões foram repassados ainda no mês de junho a fim de beneficiar dois hospitais do município. Na oportunidade, foram destinados R$ 2 milhões ao Executivo, R$ 500 mil ao Hospital da Santa Casa e R$ 200 mil ao Hospital Santa Lúcia. Durante o anúncio da devolução total em 2019, o prefeito Sérgio Azevedo ressaltou o compromisso da Câmara na gestão dos recursos. (Jornal Mantiqueira - Poços de Caldas)

Reservatório corre risco em Caeté

O prefeito Lucas Coelho assinou decreto declarando estado de emergência no reservatório de água do Saae no alto da Vila das Flores, em Caeté. Entre os argumentos do chefe do Executivo está a falta de vistoria periódica no reservatório nos últimos 50 anos e que a equipe técnica do Saae verificou que o reservatório sofreu um deslocamento em sua estrutura central superior, o que provocou um afundamento do teto e alterações em algumas áreas de sua parede lateral. Um laudo atestou a iminente possibilidade de rompimento do reservatório, caso não haja reparo, o que será possível com a edição do decreto. (Jornal Opinião - Caeté)

Uberaba irá receber quase R$ 2 milhões

Secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, está comemorando as ações na Saúde. Além de ter inaugurado a Farmácia Central de Uberaba e receber doação de aparelhos na área de saúde auditiva, teve uma notícia importante vinda do Ministério da Saúde. O Governo Federal, através do Ministério da Saúde, liberou recursos para cinco hospitais uberabenses. O Hospital Regional José Alencar vai receber R$ 1.397.862,40, para a abertura de dez novos leitos, segundo a Portaria 3.412, que habilita leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI Adulto), para o HR, e estabelece recursos do bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde - grupo de alta e média complexidade ambulatorial e hospitalar. (Jornal de Uberaba)

NM recebe R$5,7 milhões para cadastrar SUS

O Norte de Minas vai receber R$5,7 milhões para viabilizar o cadastramento e inclusão de mais usuários no Sistema Único de Saúde, contemplando 639 Equipes de Saúde da Família nos 86 municípios. A Portaria 3.263, publicada dia 12 de dezembro pelo Ministério da Saúde, prevê o repasse de R$401 milhões a todos os municípios do país. O valor destinado a cada ESF vai ser de R$8,9 mil. A iniciativa faz parte do Programa Previne Brasil que traz uma nova proposta de financiamento da atenção primária em saúde.  (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Academia Divinopolitana  inaugura sede

A Academia Divinopolitana de Letras inaugurou sua sede no bairro Esplanada, cujo imóvel foi cedido à Prefeitura pelo Governo Federal, por 20 anos, com a missão de que o espaço fosse destinado ao sodalício pelo mesmo período. Atuaram nesse sentido o vereador Edsom de Souza e o então deputado federal Jaime Martins Filho, destacando-se na época o trabalho de sua assessora parlamentar Sandra Helena Silva Oliveira. O evento foi realizado no espaço externo da casa, com presença do prefeito, Galileu Teixeira Machado, do secretário municipal de Cultura, Gustavo Mendes Martins, do bispo diocesano, dom José de Souza Campos, dentre outras autoridades.. (Jornal Agora- Divinópolis)

Servidores recebem certificado de curso de libras

No dia 25 de abril deste ano, a Secretaria de Educação de Arcos, por meio da Coordenação da Educação Especial, realizou na Escola Municipal Dorvina Teixeira Arantes, a aula inaugural da 3ª turma do Curso de Libras. A capacitação foi estendida aos profissionais das Secretarias de Saúde e de Desenvolvimento e Integração Social. E a conclusão dos módulos ocorreu conforme o planejado. Na noite dessa terça-feira, 17, foram entregues os certificados de conclusão do curso. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

Mariana vira 1º crime ambiental

O rompimento da barragem do Fundão, operada pela mineradora Samarco em Mariana (MG), se tornou na última semana o primeiro crime ambiental brasileiro classificado como violação de direitos humanos por parte do CNDH (Conselho Nacional de Direitos Humanos). Além de pressionar a Justiça, a resolução pode basear representações contra o Brasil em tribunais internacionais, que podem resultar até em sanções diplomáticas ou econômicas. No Tribunal Penal Internacional de Haia (Holanda), graves violações de direitos humanos equivalem a "crime contra a humanidade". (Portal da Cidade- Mariana)



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Coluna MG - Sindijori, no dia 20/12/2019

Coluna MG: Rede de Notícias do Sindijori Minas Gerais


Coluna MG: Rede de Notícias do Sindijori Minas Gerais


Comente esta Coluna