Frei Tibúrcio


Translíder assume transporte urbano de Santos Dumont



40 anos
O Expresso Translider Ltda, que mantém a concessão das linhas intermunicipais La­faiete/Queluzito/Casa Grande e La­faie­te/Mon­senhor Isidro, além de fretamentos para empresas e viagens diversas, prepara-se para celebrar, em novembro, 40 anos de existência em Lafaiete. A garagem e o escritório da empresa localizam-se na avenida Furtado, no Centro da cidade.

Lafaiete exportação
Uma das metas da Translider é usar seu know-how e logística para explorar o transporte coletivo urbano, um nicho de mercado em franco crescimento. Para isso, a empresa 100% lafaietense deu o pontapé inicial nesse novo modelo de negócio ao adquirir, de uma veizada só, a Viação Celeste Viplan, de Santos Dumont, na zona da mata. Desde julho, a Translider é dona das linhas, dos 22 ônibus e das garagens da empresa na cidade onde nasceu o Pai da Aviação. Um foguete de 10 estálos para a empresa de CL.

Que coisa
A crise econômica, social e fiscal do país é tão medonha que está sobrecarregando a nossa policlínica municipal Dr. José Narciso de Queirós Neto. Muitos trabalhadores das siderúrgicas e mineradoras que possuíam planos de saúde, e foram demitidos, estão migrando para o Sistema Único de Saúde (SUS), transformando a policlínica, mesmo sem estrutura, num verdadeiro hospital. A razão é simples: em vez de atender, cuidar e transferir para os hospitais da cidade, da capital e região, a policlínica está ficando com os doentes e tratando deles, mesmo sem ser essa a sua função principal. Oremos!

Arranca-rabo
Mesmo fora de época e de contexto, a turma que pretende repousar suas nádegas na cadeira hoje ocupada pelo simpático e intrépido Mário Furacão Marcus, começa a dar o ar da graça e ampliar seus horizontes. Em tempos de crise e abundância de informações nas redes sociais, já há pré-candidato achando que o arranca-rabo é logo alí, mes­mo faltando um ano e dois meses para o pleito de outubro de 2020. Calma, gente, muita calma nessa hora.

É nosso
Quando a coluna fala que é fundamental a cidade ter deputado, porque é mais fácil cobrar e reivindicar, não está chovendo no molhado. A maioria esmagadora de parlamentares destina as melhores e maiores verbas e emendas para sua terra, onde, certamente, tem mais votos e, principalmente mora. Portanto, caros amigos, em 2022, além de um deputado estadual, temos que eleger também outro federal. Chegou a nossa hora



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 13/08/2019

Frei Tibúrcio


-


Comente esta Coluna