Esporte


Felipe é Lafaiete no Mundial de Futebol Infantil



De 13 a 20 de abril, a cidade de Aparecida de Goiânia (GO) sedia o 6º Go Cup - um dos maiores torneiros de futebol infantil da América Latina. Cerca de 4 mil crianças, divididas em 320 equipes (desde o Sub-7 ao Sub-12), estarão em busca do título para mostrar seu talento ao mundo. Dezoito dos 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, estarão re­pre­sentados. Além disso, outros 13 países também estarão em campo.
A garotada da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, EUA, Japão, México, Paraguai, Peru, Portugal, Uruguai e até da Rússia, sede da próxima Copa do Mundo, também estará presente. Ou seja, grande parte do futuro do futebol mundial estará em campo durante o Go Cup. Eles representarão, também, os tradicionais times internacionais, como: Peñarol, Benfica, Atlético Nacional (Colômbia), Sporting, Independiente Del Valle (Equador), Toluca (México), entre outros.
O torneio contará, ainda, com equipes de projetos sociais, 1000 membros de comissão técnica e 100 árbitros, que atuarão nas aproximadamente 1200 partidas que serão disputadas. Times importantes do país também irão marcar presença: Grêmio, Flamengo, Fluminense, Cruzeiro, Palmeiras, Goiás, Santos, Vasco e Botafogo.
“Teremos um recorde de países e estados participantes, o que nos deixa muito felizes. Praticamente o Brasil inteiro estará representado e esperamos que esses números cresçam cada vez mais. Somos todos – vocês da imprensa também - agentes multiplicadores”, disse Roberto Faria, o idealizador do projeto.
“Estamos construindo essa história junto aos coordenadores e pais ao longo destes 5 anos. É um trabalho em conjunto, para que cada edição seja aprimorada”, completou Faria

Felipinho

Felipe de Morais Barbosa Penna dos Santos foi ‘alvo’ de uma reportagem exclusiva recente aqui no Caderno de Esportes do Jornal CORREIO e na Rádio CIDADE 98FM. Na cidade, o garoto contou, até março, com a preparação física especial dedicada pelo preparador Fábio Molla, no Dom Pedro II. Recentemente, mudou-se com a família para Belo Horizonte, para facilitar a dedicação ao seu sonho de ser um jogador profissional. Já incorporado ao Cruzeiro, tem sido levado diariamente pela mãe, Simone, à Toca I, para os treinamentos. Lá ela também não pode entrar, como ocorreu no ano passado, em São Paulo, quando ela passou uma semana sentada no meio fio enquanto Felipe fazia os testes no Corinthians - um fato que ela nem faz questão de lembrar. O garoto, de 11 anos, tem vivido momentos especiais e de grande ansiedade em sua curta carreira.
Para definir o grupo que vai para Goiás, o técnico André, do Sub-11 cruzeirense, fez a seletiva relacionando, inicialmente, oito atletas e, entre eles, estava o lafaietense. “Fiquei surpreso e muito feliz por ter sido selecionado - e já na primeira”, comentou Felipinho. Do grupo de 35 jogadores, André escolheu os outros seis, que estreiam neste fim de semana. Na terça-feira, dia 9, foi feita a entrega do uniforme de viagem aos atletas e Felipe tem demonstrado muita ansiedade. “Estou muito feliz. Estou louco pra viajar. É um campeonato importante, com atletas de vários países. Vai ser muito legal manter contato com os garotos de fora”, destacou o atacante celeste. Ansiedade vivida também pela mãe, que viajará com o filho para o Go Cup.
Pelo Campeonato Mineiro, a estreia foi contra o forte Pitangui. Felipe marcou um gol na vitória goleada por 6 a 0. Mas os testes e a ten­são não pararam. Vem aí o Campeonato Brasi­leiro de Futsal, no meado do ano e, em outra seletiva, Felipe foi também escolhido. Ele fará treinamentos com o grupo cruzeirense que disputará a competição. Além de Felipe, outros atletas lafaietenses e da região também estão par­ticipando de testes na base celeste. (Amauri Machado).



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Esporte, no dia 18/04/2019




Comente esta Coluna