Denúncia


Queluz: cemitério paroquial volta a ser denunciado



Uma moradora do bairro Santo Antônio (região central) entrou em contato com a nossa Redação para reclamar de uma situação classificada como de abandono no cemitério paroquial de Nossa Senhora da Conceição. Segundo relata, “não podemos nos calar diante de algo que machuca a alma do ser humano. Há uma reclamação unânime sobre a situação do cemitério paroquial, especialmente no que tange ao mato e a presença de escorpiões. O que vemos é um verdadeiro descaso: uma vizinha de lá me falou que chegou a matar 13. E ela me contou isso com repulsa na fala. Algo precisa ser feito”, denuncia.
Outro denunciante queixou-se da falta de limpeza do campo santo: “Estive hoje [19/2] no cemitério Nossa Senhora da Conceição e fiquei hor­rorizado. Está com muito mato, túmulo quebrado e minha sogra paga uma taxa de R$ 195 e não tem manutenção nenhuma. Achei muito descaso também dos funcionários em dar mais informações. Poderiam pelo menos limpar o cemitério”, solicitou o reclamante.



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Denúncia, no dia 08/03/2019


Comente esta Coluna