Colunas


Progresso: leitor questiona cobrança da taxa de esgoto



Desde que a ETE Ventura Luiz entrou em operao, moradores de dezenas de bairros passaram a pagar uma taxa relativa coleta e tratamento de esgoto. Mas o pagamento do servio est sendo questionado por um morador da alameda Incio Pinheiro, no Gigante (regio nordeste). ?Por aqui, o esgoto corre a cu aberto. Se no h captao, quanto mais tratamento de esgoto. A Copasa no pode cobrar da gente um servio que ela no oferece. O fato que a concessionria iniciou as obras aqui h mais de 10 anos, mas nunca terminou o encanamento. Inclusive, parte da rede passa por dentro do meu imvel. Tenho os documentos que assinei, para ceder o espao para a passagem de rede. Posso afirmar que, no nosso caso, esse aumento da tarifa no se justifica. Peo que a Copasa venha at aqui, reavalie a questo e reveja essa cobrana. Ou faam esse servio direito, concluindo o que comearam h 10 anos - que o que a gente espera, ou suspendam a cobrana. Da maneira como est, no pode ficar?, reclama.

Copasa alega que s cobra tarifa de quem tem a rede ligada

A Copasa esclarece que depende das liberaes de algumas reas da alameda Incio Pinheiro, no Gigante, para a concluir a implantao de interceptores responsveis pelo direcionamento do esgoto coletado nas residncias do bairro para a ETE Ventura Luiz. A empresa refora que est em negociao com os proprietrios dos terrenos onde a rede ir passar, para que o empreendimento possa atender a toda a populao da cidade. Com relao ao esgoto correndo a cu aberto, tcnicos da Companhia faro uma vistoria geral no bairro para identificar se h algum vazamento e providenciar as correes necessrias.
Sobre a tarifa, a Copasa informa que cobrar a taxa de tratamento de esgoto apenas dos clientes que possuem sua rede ligada aos interceptores da empresa, conforme determinao da Agncia Reguladora de Servios e Abastecimento de gua e de Esgoto Sanitrio do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG). Em caso de dvidas sobre a cobrana, os clientes devem procurar a Agncia de Atendimento da Copasa em Conselheiro Lafaiete, na avenida Professor Manoel Martins, 385, Campo Alegre.
qA nota assinada pela assessoria de imprensa da Copasa.




Escrito por Denúncia, no dia 04/01/2019