Colunas


Enem e o tema da redação 2018



Considerei bastante pertinente e oportuno o tema: ?Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet?, da redação do Enem 2018. Uma questão que se interpõe aqui é saber como alunos manipulados vão conseguir escrever sobre esse tema. O jovem, na condição de manipulado, não percebe a realidade ou a nega, apontando sempre o outro como um alienado. Daí, podemos imaginar o nível de análises rasteiras ou falta total delas em um tema dessa natureza, que sugere crítica e autocrítica.
De acordo com o professor de redação do sistema pH, Thiago Braga, [...] ?Uma das principais apostas de alunos e professores era uma redação sobre fake news. O assunto não caiu longe das previsões, embora não seja o tema central. Para ele, o tema é mais fácil do que o do ano passado - sobre formação educacional de surdos no Brasil - porque está presente no cotidiano da maioria dos participantes da prova e foi pautado pela imprensa em coberturas como o vazamento de dados do Facebook, no início do ano. Porém, pode apresentar armadilhas.
?Esse é um tema que, realmente, precisa do recorte de textos. Não é como intolerância religiosa, que a gente sabe exatamente o que propõe em uma frase. Esse é diferente, porque existem possibilidades de diferentes recortes feitos pela banca, pode ser voltado ao aspecto comportamental, com ênfase em consumo, po­de ser ligado ao aspecto político-ideológico?, avalia. Realmente, esse tema coloca o estudante diante de uma expectativa do corretor da redação totalmente desconhecida e imprevisível pelo candidato. Sem dizer que examinadores vão corrigir as redações com expectativas totalmente diferentes entre si, uma vez que o tema abre caminhos subjetivos de análise, totalmente inesperados.
O professor alerta que alunos precisarão prestar atenção para não fugir do tema e cair na pegadinha de escrever apenas sobre notícias falsas e fugir do assunto, o que pode afetar a nota final. ?Existe um risco forte de que eles, acreditando que o tema seja fake news, fujam da discussão central e a nota seja penalizada. Depende muito dos textos base e da preparação?, explica.
Tema ligado à internet não foi uma surpresa para Juliana Oliveira, professora de Literatura do Sistema de Ensino COC. Segundo ela, o assunto foi um dos mais trabalhados durante o ano. ?O fator novo para gente é a manipulação. Como não tenho acesso aos textos base da prova, ele pode ser muito amplo. Tem a questão do controle de marketing, confiabilidade dos sites onde colocamos os dados, a vertente é a questão do manipular. O que a internet pode fazer com um dado meu??, aposta ela. ?Acho que o tema internet facilita, mas a proposta que vem junto com os textos base é que vai direcionar, dar a parte crítica da redação?.
Pelo que me consta, não foram exigidos dos candidatos que a redação fosse escrita sob os olhares e focos específicos de análise. Essa condição gera ao estudante um leque expressivo de possibilidades de produção escrita, mas, ao mesmo tempo, não lhe dá garantia personalizada de que seu texto cairá na simpatia, ou se passará pelo crivo crítico de quem o corrigir, pois, como já dito, a abordagem escolhida pelo estudante poderá ou não ser bem vista, principalmente se os argumentos e a proposta de intervenção apresentadas forem frágeis.
Esse tema de redação deixou os candidatos mais descalços na escolha da abordagem e nos argumentos apresentados na abordagem e, sobretudo, devido o crivo crítico subjetivo a que as produções escritas serão submetidas.

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2018/11/tema-da-redacao-do-enem-2018-e-manipulacao-na-internet-por-meio-do-uso-de-dados.shtml. Acessado aos 04/nov/2018.


José Antônio dos Santos
Mestre pela UFSJ e membro ACLCL
Contato: joseantonio281@hotmail.com


Escrito por Educação, no dia 14/11/2018