Colunas


Como estudar no exterior com ajuda do Enem



Você sabia que com as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também é possível estudar fora do Brasil? Isso mesmo! Se o seu sonho é fazer uma faculdade no exterior, o Enem pode ser a chave para realizá-lo. São muitos os motivos que levam um estudante a cursar uma graduação fora da fronteira, entre eles a oportunidade de conhecer um novo ambiente, se conectar a uma cultura diferente e poder ter maior reconhecimento no mercado de trabalho do país de origem. Pensando nisso, o governo do Brasil viabilizou a entrada de brasileiros em universidades portuguesas por meio do Enem.

Ao contrário das universidades públicas brasileiras, em Portugal elas são pagas e, isso também se aplica aos estudantes estrangeiros. O acordo interinstitucional firmado entre o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e as instituições portuguesas não contempla nenhum tipo de benefício financeiro para os interessados. O Enem funciona somente como forma de isentar o estudante a realizar a prova de ingresso na universidade portuguesa de interesse.

Duas novas universidades portuguesas passaram a integrar a lista de instituições de ensino a viabilizar a graduação de estudantes brasileiros no país por meio da nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): a Universidade Lusíada e a Universidade Lusíada-Norte, ambas situadas em Lisboa, capital de Portugal. O acordo foi anunciado na última semana, em publicação no Diário Oficial da União. Com isto, já são 34 universidades portuguesas com acordos interinstitucionais firmados com o Brasil.

O Enem já abriu portas para mais de 1,2 mil brasileiros, aproximadamente, estudarem em Instituições de Ensino Superior (IES) de Portugal. Os dados foram coletados em abril de 2018 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com base em relatórios consolidados de 23 IES. Até então, eram 29 instituições portuguesas com acordos interinstitucionais de cooperação com o Brasil.

Os participantes são selecionados de acordo com o desempenho obtido no Exame. Os pesos específicos para cada área do conhecimento e curso variam conforme a universidade. A escala de classificação adotada por grande parte das instituições em Portugal é de 0-200. Nesse caso, a pontuação do Enem, que possui a escala 0-1000, será dividida por cinco. Por isso, o melhor é garantir uma alta pontuação.

Quem deseja ficar aqui mesmo no Brasil, mas quer começar a faculdade, pode conseguir uma bolsa de estudo por meio de um dos dois principais programas que oferecem o benefício no país: Prouni e Educa Mais Brasil. O programa Universidade para Todos é um programa do governo federal brasileiro que viabiliza o ingresso em universidades privadas com desconto. Para participar é preciso se enquadrar nos critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação.

O Educa Mais Brasil é um programa de iniciativa privada que oferta bolsas de estudo com descontos que podem chegar até 70%. Com inscrições gratuitas, quem tiver interesse pode acessar o portal www.educamaisbrasil.com.br, escolher a instituição e curso e conquistar a bolsa de estudo ideal. Além de educação superior: graduação e pós-graduação, o programa também contempla educação básica e cursos técnicos.

Fonte e texto adaptado: https://www.educamaisbrasil.com.br/educacao/enem/como-estudar-no-exterior-com-ajuda-do-enem. Acessado aos 27/outubro/2018


Escrito por Educação, no dia 09/11/2018